Avô corrompe * Mãe de Adolescente

Avô corrompe

0

Avô corrompe!

avô-corrompe

Já falei para os meus filhos: minha função de pai foi a de educar e ser chato, eles sabem disso.

Mas quando eu for avô, ah, sai da frente!

Estarão completamente perdidos comigo.

Eles que se desdobrem pra educar os filhos, porque eu já estou fazendo aqui a minha lista de hamburguerias e sorveterias que vamos visitar, listando os palavrões que vou ensinar, as desculpas que eles vão dar quando tirarem notas baixas no colégio.

VAI SER DA HORA!!!

Opa, me empolguei…

E a futura (que ela não leia isto) vovó?

Sempre me falou que gostaria de ter uma filha para por vestidinho rosa, colocar xuquinhas no cabelo, pompons no sapatinho, saia de bailarina, essas coisas nada chamativas.

E como avó?

Tenho certeza de que seja neto ou neta ela vai transformá-los numa daquelas árvores de natal de lojas de departamentos de Nova Iorque.

Sabe brilhos, enfeites e muitas, mas muitas luzes?

Então…

Ah, eu vou rir muito.

Crise de Ansiofilhite

Desde o nascimento dos filhos, os pais adquirem o que chamo de crise de ansiofilhite.

É uma crise de ansiedade persistente que só se manifesta em relação aos filhos.

E não tem cura.

Pelo menos pra mim, esta crise só aumenta a cada dia que passa e lá se vão vinte e três anos de enfermidade.

Uma vez, brinquei que a única hora em que a gente não se preocupa com os filhos é na concepção e recebi na lata de outro pai:

– Isso, quando vc não está pensando em ter filhos e o preservativo estoura…

Mas com os avós isso não existe.

avós

Para eles, neto não erra, nunca fez nada de errado na vida.

Para avô, a vontade dos pequenos é lei e o mais incrível:

> eles têm uma inexplicável capacidade de adivinhar todos os desejos nefastos dos netos.

Pode prestar atenção: bolso de avô é sempre recheado de bala.

E as avós só poderão sê-las se souberem fazer bolos, doces e guloseimas.

As especialidades das avós dos meus meninos são o bolo fofo (vê se este nome não foi inventado por uma avó…) e o pudim de leite.

Mas que pudim de leite…

Os avós são os aventureiros e ninguém mais alimenta de forma tão maravilhosa a imaginação dos pequenos.

Na cabecinha dos netos eles são super heróis, pilotos, soldados, arqueólogos e principalmente montaria.

Uma corrida sentado no ombro (aqui se diz carcunda) do avô te transforma num super herói invencível.

E você voa, ganha os céus e derrota todo o mal com a ajuda do seu fiel escudeiro.

Uma visita na cada de uma avó é garantia de gosdices infinitas.

Que a comida da vó é a mais gostosa que existe, isso todo mundo sabe, mas as sobremesas

Ah, as sobremesas…

Os bolos, pudins, compotas, biscoitos, tudo feito em casa e tudo quentinho, tudo maravilhoso e que tempero e esse que ela põe nos doces que deixa tudo tão gostoso?

Bruxaria, só pode, mas não pode, porque não tem como uma vó ser um bruxa.

Jamais.

E pra dormir, não tem nada?

Claro que tem.

Tem histórias!

Piratas, xerifes, gangters, princesas, sultões, guerreiros espaciais e príncipes do fundo do mar ganham vida e o mundo pela boca dos avós.

E você sempre é o mocinho que salva a princesa, que derrota o malvado e livra o mundo de todo o mal.

E olhe nos olhos do contador da história e me diga se ele também não está acreditando nisso.

Claro que sim.

O neto é o herói imortal dele.

A nós pais cabe fazer a parte chata de educar os filhos e os avós quando eram país também eram chatos e bravos.

Meus pais nunca perdoavam uma traquinagem minha e sempre diziam que os pais deles os criaram de forma muito mais rígida do que nos criaram.

Deus me livre…

Mas no dia que eu decidi que não ia tomar banho e corri pro braços do meu avô, o que ouvi dele falando pra minha mãe foi um sonoro “deixa o bichinho depois ele vai”.

E que surra eu levei dela quando voltei ainda dói até hoje.

Só que depois quando meus meninos faziam algo de errado e eu queria puni-los o que é que eu ouvia da minha mãe?

O mesmo “deixa o bichinho” da minha infância.

Como é que eles se transformam assim?

Sábio é o ditado que diz que pai educa, avô deseduca e bisavô corrompe.

Não se se é só o bisavô que corrompe não, mas tudo bem…

E tem uma cena que nunca esquecerei: meu avô já muito doente na UTI do hospital e sem pode receber visitas, eu só podia vê-lo através de uma pequena abertura de vidro.

Mas quando ele me viu, mesmo agonizando, repetiu pela milésima vez, agora para as enfermeiras o quanto eu era estudioso e inteligente e do orgulho que ele teve da vez que eu fui na fazenda dele e me recusei a tomar banho no açude porque meu pai tinha me proibido e eu, mesmo distante, o obedecia.

Às vezes você se pergunta o que é o amor.

Pasta atenção num avô falando de um neto.

Aquilo é o amor materializado.

Comments

comments

About Author

Father, Padre, Père, Vater, Vader, Отец, Far, Kohake, Abba, Bappa, Tayta, Papa, Otac… @noobdubi @DitosDP | Fortaleza, Brasil

Comments are closed.