Já é hora de só existirem provas com consulta na escola • Mãe de Adolescente

Provas com consulta: já passou da hora de serem o formato ordinário de avaliação aos alunos

Lembra das nossas provas com consulta? Aquelas que eram a alegria da galera? Pois bem, já passou da hora de serem a forma de avaliação oficial nas escolas.

Jovens com potencial acabam se tornando alunos medíocres

Tá. Eu sei que muito jovem odeia estudar porque não quer nada com nada. É verdade.

Mas também sabemos que muitos jovens que gostam, perdem o interesse por conta deste sistema de ensino atual onde o que é testada, é a capacidade de decorar, praticamente.

Em geral, o aluno não precisa aprender as coisas e, sim, decorar as lições para se dar bem.

Com isto, eles acabam se sentindo cansados e, muitas vezes, os jovens com potencial acabam sendo alunos medíocres.

O que poderíamos melhorar durante as aulas?

Quem se lembra dos melhores professores da sua época?

E o que eles faziam de diferente para que você os achasse tão melhores que os demais?

Bem, aí está a primeira chave para melhorarmos o processo de aprendizado dos nossos filhos.

Podemos pensar em dinâmicas e em formatos que nos fizeram interessar por matérias e acabamos nos aplicando.

Certamente nenhum desses seus preferidos era algum professor que dava aulas passando tudo na lousa e cobrando quem copiou e fazendo provas só de decoreba, certo?

Ensinando os alunos a aplicarem os estudos

Uma coisa que me incomodava demais como aluna e ainda hoje me incomoda como mãe, é a falta de aplicabilidade do que aprendemos durante o aprendizado.

Algo que eu só experimentei quando fui fazer SENAI, na verdade.

Ali, estudar ganhou outro significado para mim, porque tudo o que eu aprendia tinha um sentido, um porquê e onde ser aplicado de forma que eu pudesse experimentar.

Talvez, seja o que falte ao ensino recorrente atual: um aprendizado mais aplicado.

Claro que nem tudo seria possível, mas muita coisa é e bastaria uma reforma no formato das aulas para acontecer.

Mas e as provas com consulta, o que eu tenho a ver?

Bom, estamos em 2018 e todas as coisas do universo de hoje se baseiam em: PESQUISA.

Primeiro, que acho que a grade escolar tinha que ter uma matéria chamada MÉTODOS DE PESQUISA, onde desde cedo todo e qualquer aluno aprendesse a aplicar métodos de pesquisa.

Segundo, que as provas com consulta deveriam ser para testar a capacidade de aplicação dos métodos de pesquisa.

Não seriam provas com consulta como as da nossa época, em que o professor nos deixava olhar nos livros ou nos cadernos em que já tínhamos anotações prontas como resposta.

Falo de provas com consulta, por exemplo, em livros ou através de dispositos (tablets, computadores, talvez) com acesso limitado aos conteúdos das provas.

Formando pequenos grupos de pesquisa, onde eles teriam que se organizar para formatar os dados, as informações, em desenvolver as respostas, como um grupo de trabalho mesmo.

Então, assim, estaríamos preparando jovens para vivenciarem a experiência de qualificar a pesquisa, coletar dados e informações e, por conta disso, formatar respostas EMBASADAS nestes dados e informações.

Penso que seria um novo momento não apenas para o processo de aprendizado, mas também para a próxima geração de profissionais e, por que não?, consumidores.

Comments

comments



About Author

Mãe da Gigi, trabalho com marketing, amo tecnologia e simpatizo muito com o lado nerd da cultura pop. Hard user de redes sociais, adoro escrever. Criadora do LogicaFeminina.com.br, colunista no EntreTodasAsCoisas.com.br e no Superela.com, também cuido de algumas contas de clientes por aí.

Comments are closed.