A importância da educação financeira para crianças e adolescentes | Mãe de Adolescente

A importância da educação financeira para crianças e adolescentes

0

Entenda a importância da educação financeira para crianças e adolescentes!

Eu sempre falo de educação financeira para crianças e adolescentes nas minhas redes sociais.

Vira e mexe eu dou dicas de como introduzir este assunto na vida das crianças através de gameficação e desafios, mas também dando autonomia.

Porém, o meu conhecimento e a minha didática sobre o assunto são bem limitados e baseados em tentativa e erro.

É nesta hora que eu costumo apelar para ajuda com youtubers de finanças, blogs de educação financeira etc.

Mas, este ano, estou tendo um aliado a mais nesta luta: educação financeira para crianças e adolescentes faz parte da grade curricular da escola da Gigi.

Com isto, ela passa a aprender tendo uma base sólida de fundamentos da educação financeira para crianças e adolescentes de forma didática e pedagógica, entre outras coisas, claro!

Mas agora, vamos entender a importância da educação financeira para crianças e adolescentes:

Educação financeira para o aluno impacta em toda a família

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Educação Financeira (Abefin) em parceria com Instituto Axxus e Unicamp, mostra que essa relação é altamente benéfica, impactando em toda a finança familiar.

“Sempre soubemos da importância da educação financeira nas escolas e de seu impacto em todos os relacionados ao processo educacional: professores, pais e alunos. Mas, era necessário provar isso em números, por isso a importância da pesquisa que demonstra que a vida financeira de toda a família é impactada quando o filho tem essa aprendizagem”, explica o presidente da Abefin, Reinaldo Domingos.

Entre os pais de crianças sem educação financeira 44% conseguiria viver apenas um mês 53% até seis meses e apenas 3% acima desse período. Já nas famílias com filhos que tiveram educação financeira só 2% viveria apenas um mês, 73% até seis meses e 25% acima desse período. Esse número é altamente revelador, mostrando que os conceitos passados nas escolas sobre o tratar o dinheiro são muito bem assimilados pelos filhos e replicados pelos pais.

Como demonstra outro resultado da pesquisa. Quando os pais são perguntados seu filho(a) participa das discussões relacionadas a finanças da família? 100% dos entrevistados cujos filhos estão recebendo educação financeira responderam que sim, que os filhos entendem e opinam, contra apenas 11% dos entrevistados cujos filhos não tem educação financeira.

Fonte: DSOP

Facilidade na compreensão dos processos de aquisição

Uma criança que recebe educação financeira entende melhor quando pais dizem que não podem comprar algo e, em geral, costumam ajudar a buscar formas de angariarem recursos para tal.

Assim, além da criança ou adolescente entender melhor que o “Hoje não dá” se trata de uma condição real e não de apenas uma desculpa para não comprar algo, como geralmente pensam.

Consciência da situação financeira familiar

Sabe quando a gente tenta explicar para um filho que infelizmente aquele bem não condiz com a nossa situação financeira?

Então, quando uma criança ou adolescente recebe educação financeira, eles mesmos terão consciência desta situação financeira e de meios para melhora-la ou até mesmo muda-la, através do planejamento financeiro, por exemplo.

Maiores chances de uma vida adulta com menos desconforto financeiro

A maioria de nós já passou por apuros com grana que, se fosse hoje, evitaria por saber melhor como lidar com dinheiro.

Agora, quando existe educação financeira para crianças e adolescentes nas escolas, elas não precisam passar pelo pior pra aprender.

Na verdade, com uma boa base, ela vai evitar chegar ao caos e, assim, estar melhor preparada para conquistar sem se afundar em dívidas.

Conhecer melhor a economia do país

Através das aulas de educação financeira, os alunos aprendem sobre a situação econômica do país e do mundo.

Assim, eles também se tornam menos aptos a serem reféns de fakenews e mentiras, afinal possuem bases para entender o andamento do mercado e suas nuances.

Valorizar mais os pais e os seus esforços para manterem a família

Um dos principais pontos de diferença que os pais vão perceber, assim que o filho tiver educação financeira no currículo escolar, é a valorização dos pais e dos seus esforços.

Porque a partir do momento em que eles recebem educação financeira, aprendem a quantificar o preço das costas e o tempo de trabalho, portanto passam a entender o quanto custa caro manter uma família.

Quer saber mais sobre educação financeira para crianças e adolescentes?

Recomendo este vídeo para começar:

Deixe um comentário

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.