A hora de deixar a filha ir e voltar da escola sozinha * Mãe de Adolescente

A hora de deixar a filha ir e voltar da escola sozinha

0

Bom, chegou a hora de deixar a filha ir e voltar da escola sozinha e eu, confesso, estou desesperada só de pensar.

Na minha época era comum deixar a filha ir e voltar da escola sozinha aos 10 anos.

Tanto que nesta idade, minha irmã e eu íamos e voltávamos da escola sozinhas, a pé, cerca de 2km.

Estudávamos de manhã, então íamos às 6h30 e voltávamos às 12h30.

E isto era bem comum para a época, especialmente como era o nosso caso: uma linha reta de casa até a escola.

Meu Deus, como é complicado deixar a filha ir e voltar da escola sozinha

A-hora-de-deixar-a-filha-ir-e-voltar-da-escola-sozinha-medida-nova

Como eu imagino o mundo em volta da minha filha enquanto ela volta sozinha da escola

Chegou a minha vez de deixar a filha ir e voltar da escola sozinha e eu me desespero só de pensar.

Gigi tem 13 anos e é até bem sagaz, então presumo que se viraria bem.

Mas as questões, neste caso, são outras:

  • Eu mesma não conheço nada da cidade em que moramos atualmente há 2 anos
  • O trajeto de casa até a escola dela tem cerca de 5km
  • Não temos praticamente nenhum parente que possa remediar rápido, nesta cidade
  • Este trajeto envolve: 4 avenidas, 1 rodovia, 1 viaduto
  • Ela nunca andou sozinha antes, a não ser pequenas distâncias
  • Ela nunca andou sozinha de ônibus antes na vida
  • Ela estuda a tarde, o que significa que sairá às 18h30, já escuro

Com estas 6 questões envolvidas, estou realmente muito desesperada em deixá-la ir e vir sozinha.

No entanto, tornou-se uma necessidade, já que agora vou voltar a trabalhar fora e não poderei mais levá-la e buscá-la e o trajeto não tem transporte escolar disponível.

Outras possibilidades

Amanhã farei uma busca mais aprofundada para ver se não tem alguém do condomínio que vá e volte da mesma região e horário.

Também vou vasculhar mais em transporte escolar.

Já fiz todas as buscas acima citadas, mas farei novamente e com muito mais força, pois ainda tenho uma remota esperança.

E se nada disso der certo…

Caso não dê certo, terei mesmo que deixá-la ir e vir e ficar monitorando-a remotamente, já que vou trabalhar a 35km de casa.

Se falar no detalhe de que atravessarei São Paulo e o ABC todo, então fica bem difícil voltar rapidamente, caso precise.

De toda forma, volto para contar pra vocês como foi.

Torçam por nós!

Não é fácil desapegar…

Comments

comments

About Author

Mãe da Gigi, trabalho com marketing, amo tecnologia e simpatizo muito com o lado nerd da cultura pop. Hard user de redes sociais, adoro escrever. Criadora do LogicaFeminina.com.br, colunista no EntreTodasAsCoisas.com.br e no Superela.com, também cuido de algumas contas de clientes por aí.

Comments are closed.