Musicalização no berçário reforça formação pedagógica da criança • Mãe de Adolescente

Musicalização no berçário torna formação pedagógica de crianças mais completa. Conheça a experiência do Colégio Jatobá.

 Não é novidade que a música está presente em vários momentos de nossas vidas. Seja para relaxar, curtir com os amigos ou mesmo para a prática da atividade física, é muito comum vermos as pessoas se rendendo aos mais diversos estilos e aproveitando playlists elaboradas na medida certa para cada situação. Mas o que muitas pessoas não sabem é a importância que a musicalização tem no âmbito da educação infantil.

Contribuindo para a formação educacional em várias áreas, a musicalização infantil ajuda a promover o desenvolvimento de habilidades únicas nas crianças, além de abrir portas para que os pequenos sejam mais sociáveis e apresentem uma melhor autoestima.  Pensando nesses benefícios, escolas infantis vêm elaborando projetos educacionais que incluem em sua grade curricular essas atividades. O colégio Jatobá, uma escola infantil em Santo André, é um desses exemplos, já que oferece aulas de musicalização para as crianças desde o berçário.

 

Benefícios da Musicalização no berçário


Especialistas apontam que a educação musical infantil aumenta a sensibilidade das crianças para o universo ao seu redor graças à percepção dos fundamentos musicais, como: ritmo, melodia e harmonia. Ao terem contato com esses princípios desde pequenos, as crianças podem desenvolver melhor a coordenação motora com o ritmo das músicas; a fala e vocabulário através da melodia; e a sociabilização por meio da harmonia.

Além disso, a musicalização infantil permite que as crianças apresentem desde cedo maior facilidade para manifestações artísticas, sejam mais criativas, e desenvolvam mais valores relacionados ao sentido estético e ética.

É interessante ressaltar que,  quanto antes esse contato com a música acontecer para as crianças, melhor. A musicalização desde o berçário já se mostra como um forte instrumento para o desenvolvimento de habilidades, uma vez que mesmo de maneira intuitiva, os pequenos já começam a se mostrar mais abertos a novas experiências.

Nesse sentido, vale destacar que é papel da escola infantil promover experiências musicais para as crianças na busca de uma desenvolvimento pedagógico mais completo.

Me tornei mãe aos 24 anos, um ano após ter perdido a minha mãe. Tudo ia bem, quando aos 29, fiquei viúva de forma trágica e me vi como mãe solo. Aos 33, conheci o meu atual marido e aos 35, minha filha (com 10 anos na época) sofreu um acidente num pula-pula que a deixou 7 meses em uma cadeira de rodas e com grandes chances de sequela. Após dois anos do acidente, resolvi criar o blog e aqui estamos, vivendo juntas a emoção da maternidade durante a fase da adolescência. Mas não só isto!

Comments

comments



Comments are closed.