Maternidade remota: quando a mãe viaja, mas continua cuidando de tudo • Mãe de Adolescente

Maternidade Remota: quando a mãe viaja, mas continua cuidando de tudo

Recentemente me dei conta de que sou adepta da maternidade remota, quando viajo.

E acho que muitas mães vão se identificar.

Bem, só pra vocês terem ideia, dos últimos 10 dias, 9 eu passei fora de casa, viajando por muitas pequenas cidades no Noroeste Paulista.

 Como foram viagens a trabalho, eu não tinha opção. Tinha que ir e pronto.

A rotina da casa não para

Porém, apesar de eu viajar, a vida do marido é da filha continuaram na mesma rotina.

Ele, indo trabalhar, depois pra faculdade.

Ela, indo para a escola, depois pras coisas dela.

Quando estou em casa

Quando estou em casa, sou eu quem acorda e monitora a Gi para a escola.

Geralmente ela não me dá trabalho, mas sempre fico de olho e dando uma acelerada pra ela não perder a hora.

Também sou eu quem prepara as marmitas e lanches e lembro cada um de pegar o seu.

A minha rotina com a Gi começa cedo e até que ela saia pra pegar o ônibus, eu fico sempre alerta.

Mas e quando a mamãe vai viajar?

Bom, aí entra em ação a MATERNIDADE REMOTA.

Foi o caso, por exemplo, desta última viagem.

Apesar de eu dormir tarde, andar centenas de km por dia, estar podre de cansada, todo dia eu acordava às 6h00 pra acordá-la por celular e WhatsApp.

E, ao longo da próxima hora, passo monitorando-a, lembrando de tudo o que ela precisa pra ir à escola, conferindo se não se atrasa.

Teve até um dia que tive que ligar na escola pra avisar a diretora que ela chegaria atrasada porque o ônibus demorou.

Eu, do outro lado do estado, ligando pra diretora pra avisá-la que a Gi se atrasaria.

Ao longo do dia, também aproveito para dizer a ela o que é preciso comprar para a casa.

Foi aí que eu me dei conta de que pratico a maternidade remota

A partir disso, percebi que pratico a maternidade remota também quando ela está fora, já que a, monitoro e mantenho contato mesmo quando ela está sob cuidados de outra pessoa.

Percebo que é algo que não consigo deixar de lado e que me alivia, por mais que me desgaste.

Mesmo tendo que acordar cedo, depois de um dia cansativo e dormindo tarde.

Mesmo tendo que diminuir o meu tempo de descanso, a maternidade remota me alivia e tranquiliza, pois me mantém no posto de mãe, mesmo quando estou longe…

Comments

comments



About Author

Mãe da Gigi, trabalho com marketing, amo tecnologia e simpatizo muito com o lado nerd da cultura pop. Hard user de redes sociais, adoro escrever. Criadora do LogicaFeminina.com.br, colunista no EntreTodasAsCoisas.com.br e no Superela.com, também cuido de algumas contas de clientes por aí.

Comments are closed.